Pastéis de nata

Ouça enquanto lê o artigo (listen as you read the article)
Ouça enquanto lê o artigo
00:00
00:00
Os pastéis de nata ou pastéis de belém são uma das mais populares especialidades da
doçaria
portuguesa.
Embora
se possam saborear pastéis de nata em muitos cafés e pastelarias, a receita original é um segredo exclusivo da Fábrica dos Pastéis de Belém, em Lisboa.
, tradicionalmente, os pastéis de Belém comem-se ainda quentes,
polvilhados
de canela e açúcar em pó.

Em 1837, em Belém, próximo ao Mosteiro dos Jerónimos, numa tentativa de subsistência, os clérigos do mosteiro puseram à venda uns pastéis de nata.
Nessa época
, Belém e Lisboa eram duas localidades distintas com acesso
assegurado
por barcos a vapor. A presença do Mosteiro dos Jerónimos e da Torre de Belém atraíam inúmeros turistas que contribuíram para
difundir
os pastéis de Belém.

Na sequência
da revolução liberal de 1820, em 1834 o mosteiro fechou. O pasteleiro do convento decidiu vender a receita ao empresário português vindo do Brasil, Domingos Rafael Alves, continuando até hoje
na posse dos
seus descendentes.

No início
, os pastéis foram postos à venda numa refinaria de açúcar situada próximo do Mosteiro dos Jerónimos. Em 1837 foram inauguradas as instalações num anexo, então transformado em pastelaria, a "A antiga
confeitaria
de Belém". Tanto a receita original como o nome "Pastéis de Belém" estão
patenteados
.

Gramática

(n.) a doçaria
Conjunto de muitos doces.
(conj. concess.) embora
Indica oposição a uma outra ideia exposta, mas que não é impeditiva.
(adv.) Aí
Local referido anteriormente ou subentendido.
(v.) polvilhados
Cobrir de pó.
Nessa época
Num determinado período de tempo.
(adj.) assegurado
Certificar-se que algo ocorra.
(v.) difundir
Propagar algo.
Na sequência
Como consequência de
Na posse de
Estar na propriedade de algo.
No início
No começo de alguma coisa.
(n.) a confeitaria
Estabelecimento onde se fazem e vendem confeitos e outros doces.
(v.) patentear
Conceder patente de invenção a.

Perguntas

Com que especiarias se comem os Pastéis de Belém?
canela e pimenta
açúcar em pó e orégãos
coentros e gengibre
canela e açúcar em pó
Em 1837 quem colocou à venda os Pastéis de Belém?
seus descendentes
Domingos Rafael Alves
Mosteiro dos Jerónimos
os clérigos do mosteiro
Em que ano fechou o Mosteiro
1834
1837
1820
1810
Quem vendeu a receita a Domingos Rafael Alves?
turistas
empresário português
pasteleiro do convento
os clérigos do mosteiro

Outros artigos

Check out our full articles list for more interesting content to help you learn and practice Portuguese from Portugal.

Don't forget to subscribe to our podcast to receive the latest article automatically in your podcast player.

Downloads

  • Article Audio - download (mp3) (right click and save as.. to save to your computer)
  • Podcast Episode - download (mp3) (right click and save as.. to save to your computer)

Atribuição

Published on 2019-05-02
Our article content (grammar highlights, questions and audio) is created to assist anyone wanting to practice and learn the Portuguese language.  Our article text and audio are specifically aimed towards the Portuguese language from Portugal, and not from Brazil or other Portuguese speaking countries.
Stay up to date with our latest articles by subscribing to our regular podcast. Don't miss out and subscribe today from our Podcast Page.
This article uses material from the Wikipedia article Pastel de nata, which is released under the Creative Commons Attribution-Share-Alike License 3.0.
The grammar highlights, questions, and audio are provided by us (portuguesefromportugal.com) and are released under the Creative Commons License - Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International.